Brasil aprova novo certificado para exportação de carne bovina e produtos lácteos dos EUA

Em 28 e 30 de agosto de 2021, o Brasil começou a aceitar novos certificados de exportação para carne bovina e e produtos lácteos dos Estados Unidos. O Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar (FSIS) que faz parte do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), junto com outras agencias reguladoras americanas  e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) confirmaram que os novos certificados estão disponíveis em seus respectivos sites. O MAPA também confirmou em 30 de agosto de 2021, que permitirá um período de transição de 60 dias, com término em 29 de outubro de 2021, período durante o qual os certificados antigos ou novos serão aceitos nos portos de entrada brasileiros.

A emissão dos novos certificados e a aceitação de um período de transição de 60 dias para carne bovina e produtos lácteos manterá o mercado aberto para as exportações dos EUA para o Brasil, que somaram $ 1,14 milhão em carne bovina e $ 45 milhões em laticínios em 2020. Além disso, fornecerão também estabilidade e garantia necessária aos exportadores dos EUA que desejam continuar a aumentar suas exportações para o Brasil ou entrar no mercado pela primeira vez.

O USDA continuará a trabalhar em parceria com nossas contrapartes no MAPA para expandir ainda mais as oportunidades de exportação para o Brasil para fazendeiros, pecuaristas e produtores dos EUA

Clique aqui para acessar o relatório sobre o certificado de carne bovina e clique aqui para acessar o relatório do certificado de lacticínios. Nos relatórios você encontra os links para acessar os respectivos certificados.